quarta-feira, 30 de março de 2005

Quem Decide


Quem Decide, Pode Errar!!! Quem não decide, Já Errou!!!!Posted by Hello
(Aldo Novak)
Toda decisão, por menor que seja, é como colocar em movimento um enorme relógio, daqueles antigos que ainda hoje estão instalados no topo de igrejas.
Você decide algo e, imediatamente, uma pequena roldana começa a girar. Os dentes da engrenagem se encaixam em outros dentes, movendo-os e empurrando novos dentes de outras engrenagens.

I-n-d-e-f-i-n-i-d-a-m-e-n-t-e.
Pouco a pouco, engrenagens um pouco maiores começam a rodar também, pressionadas pelas "irmãs" menores. Conforme a "dança das alavancas" continua, mais e mais pequenas engrenagens se unem para mover engrenagens cada vez maiores.
O que parece magia, não passa de um princípio descoberto por Arquimedes, que viveu entre 287 e 212 antes de Cristo: "dê-me uma alavanca e um ponto de apoio, e sozinho moverei o mundo". Não é exagero. É ciência. É um Princípio Natural. Uma engrenagem, por sua vez, não passa de centenas de pequenas alavancas, empurrando alavancas maiores, que por sua vez também empurram alavancas ainda maiores, multiplicando enormemente a força do conjunto.
Isso explica porque pessoas parecidas, que estudaram juntas, aprenderam as mesmas coisas e tiveram oportunidades originais semelhantes, conseguem ter resultados tão diferentes, no curso do tempo. Elas colocaram engrenagens diferentes para funcionar, quase sem notar isso. Algumas das primeiras engrenagens são tão pequenas, tão desprezíveis, que somente muitos anos depois fica claro, para todos, como tudo começou.
Seja em relógios, em caixinhas de música, no movimento das galáxias ou na sua vida, as regras são exatamente as mesmas. Pequenas alavancas, pequenas engrenagens, pequenas forças, todas unidas, fazerm girar todo o nosso Universo e, em grande parte, fazem surgir nosso destino.
Muitas engrenagens podem criar pequenos movimentos positivos que, com o tempo, se tornarm enormes. Um olhar, entre dois enamorados, pode ser uma pequena engrenagem positiva que mudará destinos e futuros; um livro, pode ser uma pequena engrenagem positiva que abrirá portas ilimitadas; um sorriso verdadeiro, pode ser uma pequena engrenagem positiva que mudará o dia e a vida de pessoas que você nem mesmo sabe que existem;
Por outro lado, muitas engrenagens podem criar pequenos movimentos negativos. Álcool, drogas e violência sempre começam como pequenas engrenagens (ironicamente, aceitas socialmente) e crescem, ao ponto de transformarem vidas. Para pior, muito pior.
Coloque em movimento as engrenagens que potencializarão seu sucesso e sua felicidade. O importante, realmente, é começar. É colocar as pequenas engrenagens para funcionar na direção certa. AGORA.
Uma decisão tem o poder de iniciar o movimento do Universo a seu favor.
Decida estar ao lado da pessoa certa na sua vida; decida ser a pessoa certa de se estar ao lado; decida desligar a televisão e ler algo que possa chacoalhar sua mente; decida fazer o curso, ou o workshop, que tornará você mais capaz, mais hábil, mais completo como pessoa ou como profissional; decida não entrar no jogo dos perdedores, dos maria-vai-com-as-outras, dos que não entendem como funciona a natureza. Decida mandar na sua vida e no seu destino.
Decida o que você diz para as outras pessoas; decida o silêncio; decida o que você come; decida o que você bebe; decida o que você vê; decida o que você pensa; decida rapidamente e, se as engrenagens erradas estiverem rodando, decida mudar imediatamente. Não fique parado. Como disse o maestro Herbert von Karajan, "Quem decide pode errar. Quem não decide, já errou."
Decida. Por menor que seja a decisão. Dedida e vá corrigindo curso de sua vida, com base em suas deciões e nos resultados que forem surgindo. Quem decide pode errar. Quem não decide, já errou

Para finalizar... depois de todo este texto, finalizo com um refrão da Música "Semana que Vem" de Pitty.

"Não deixe nada pra depois... Não deixe o tempo passar...
Não deixe nada pra semana que vem...
Porque semana que vem.... pode nem chegar"

sábado, 26 de março de 2005

O ÚItimo Discurso

Charles Chaplin em "O Grande Ditador"Posted by Hello


O ÚItimo Discurso

(Charles Chaplin - O Grande Ditador)

Sinto muito, mas não pretendo ser um imperador. Não é esse o meu ofício. Não pretendo governar ou conquistar quem quer que seja. Gostaria de ajudar se possível judeus, gentios... negros... brancos.

Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim.

Desejamos viver para a felicidade do próximo, não para o seu infortúnio. Por que havemos de odiar e desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover a todas as nossas necessidades.

O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. A cobiça envenenou a alma dos homens... levantou no mundo as muralhas do ódio... e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis.

Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

A aviação e o rádio aproximaram-nos muito mais. A própria natureza dessas coisas é um apelo eloqüente à bondade do homem... um apelo à fraternidade universal... à união de todos nós.

Neste mesmo instante a minha voz chega a milhares de pessoas pelo mundo afora... milhões de desesperados, homens, mulheres, criancinhas... vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes.

Aos que me podem ouvir eu digo: Não desespereis! A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia... da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano. Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbem e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo. E assim, enquanto morrem homens, a liberdade nunca perecerá.

Soldados! Não vos entregueis a esses brutais... que vos desprezam... que vos escravizam... que arregimentam as vossas vidas... que ditam os vossos atos, as vossas idéias e os vossos sentimentos! Que vos fazem marchar no mesmo passo, que vos submetem a uma alimentação regrada, que vos tratam como gado humano e que vos utilizam como bucha de canhão!

Não sois máquina! Homens é que sois! E com o amor da humanidade em vossas almas! Não odieis! Só odeiam os que não se fazem amar... os que não se fazem amar e os inumanos!

Soldados! Não batalheis pela escravidão! Lutai pela liberdade! No décimo sétimo capítulo de São Lucas está escrito que o Reino de Deus está dentro do homem. Não de um só homem ou grupo de homens, mas dos homens todos!

Está em vós! Vós, o povo, tendes o poder o poder de criar máquinas. O poder de criar felicidade! Vós, o povo, tendes o poder de tornar esta vida livre e bela... de fazê-la uma aventura maravilhosa.

Portanto em nome da democracia usemos desse poder, unamo-nos todos nós. Lutemos por um mundo novo... um mundo bom que a todos assegure o ensejo de trabalho, que dê futuro à mocidade e segurança à velhice.

É pela promessa de tais coisas que desalmados têm subido ao poder. Mas, só mistificam! Não cumprem o que prometem. Jamais o cumprirão! Os ditadores liberam-se, porém escravizam o povo.

Lutemos agora para libertar o mundo, abater as fronteiras nacionais, dar fim à ganância, ao ódio e à prepotência.

Lutemos por um mundo de razão, um mundo em que a ciência e o progresso conduzam à ventura de todos nós.

Soldados, em nome da democracia, unamo-nos!

Hannah, estás me ouvindo? Onde te encontrares, levanta os olhos!

Vês, Hannah? O sol vai rompendo as nuvens que se dispersam! Estamos saindo da treva para a luz! Vamos entrando num mundo novo um mundo melhor, em que os homens estarão acima da cobiça, do ódio e da brutalidade.

Ergue os olhos, Hannah! A alma do homem ganhou asas e afinal começa a voar. Voa para o arco-íris, para a luz da esperança.

Ergue os olhos, Hannah! Ergue os olhos!

quarta-feira, 23 de março de 2005

A Vida no Picadeiro

Picadeiro... Lugar sagrado para nós, os PALHAÇOS!!!Posted by Hello

Eu, recentemente através do meu curso de clown, tenho aprendido muito sobre a minha vida e sobre a vida em geral através do famoso PICADEIRO.

E sempre que falamos de PICADEIRO, nos vêm a lembrança realmente a figura do PALHAÇO, com suas trapalhadas, seus desafios, seus problemas a serem resolvidos e suas dúvidas eternas.

Mas analisando bem. A nossa vida é um eterno PICADEIRO, pois sempre temos e teremos que lidar com nossas situações do dia a dia de diferentes maneiras... Hora, preferimos ficar na nossa... escondidos, com medo da multidão e receosos de tudo o que pode nos acontecer...

Outras vezes, podemos querer ser um eterno bobão e brincarmos com as situações da nossa vida. Em outras, queremos esconder nossas tristezas e mágoas... Mas não conseguimos...

Muitas vezes, temos que superar nossos desafios, e por algumas tentativas acabamos por nos tornar idiotas e estúpidos... Dando voltas para resolver uma situação quando esta mesma poderia ser resolvida de uma maneira simples e fácil...

Por isto que eu admiro os PALHAÇOS. Porque vejo que eles representam no PICADEIRO tudo o que passamos nos nossos dia a dia... Nossas ingenuidades, artimanhas, medos, receios, alegrias e sempre nos identificamos com eles... Por muitas vezes, damos risadas deles... Mas na verdade, estamos dando risadas de nós mesmos...

A Vida é um eterno PICADEIRO!!!! Aquele que não entrar, se arriscar e estiver disponível para tudo, estará seguro no seu cantinho e longe das pessoas, mas nunca poderá provar das coisas boas e das lições que ele (ou ela no caso) poderá nos trazer.

Que possamos sempre brincar neste grandioso PICADEIRO chamado VIDA, e que possamos ser eternos PALHAÇOS dentro dele...

segunda-feira, 21 de março de 2005

A Idiotice é Vital para a Felicidade

Foto de um dos nossos encerramento de clownPosted by Hello

A Idiotice é Vital para a Felicidade
(Aillin Aleixo)


Gente chata essa que quer ser séria, profunda, visceral.

Putz, coisa pentelha! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado do Schopenhauer?

Deixe a urgência para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores. No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota.

Ria dos próprios defeitos, tire sarro de suas inabilidades.

Ignore o que o seu chefe proferiu. Pense assim: "Quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele." Pobre dele. E nada pessoal também. Pior o Michael Jackson!

Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor,dinheiro, sexo, sincronia... mas pela ausência de idiotice.

Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, objetivos claramente traçados, mas não consegue rir quando tropeça? Que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana?

Quanto tempo faz que você não vai ao cinema, não joga video-game... Maçã do amor no circo ou parque de diversões...nem se fala.

Também valem beijo no portão, amasso no carro, essas coisas.

Sim, porque é bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas.

E aí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar?

Em suma: desaprenderam a brincar.

Eu não quero alguém assim comigo. Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas a realidade já é dura; piora se for densa.

Dura e densa, ruim. Brincar é legal. Entendeu? Esqueça o que te falaram sobre ser adulto...

Tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não se descontrolar, não demonstrar o que sente, não chorar, nem comer danoninho... Não andar descalço. É muito não.

Dá prá ser feliz com tanto não?

Pagar as contas, ser bem-sucedido, amar, ter filhos, saber beber, levar a gata pra jantar e depois pro motel, resolver os seus pepinos e os abacaxis dos outros, dar atenção ao tio doente e lembrar do seguro do carro que vence amanhã... Tarefa brava.

Piora, muito, com o peso de todos aqueles nãos.

Tenha fé em uma coisa: dá certo ser adulto e idiota.

Aliás, tudo fica bem mais fácil ser for regado a idiotice, bom humor e muitas gargalhadas.

Manuel Bandeira foi um grande homem e um grande poeta.

Disse certa vez: "E por que essa condenação da piada, como se a vida fosse só feita de momentos graves ou só nesses houvesse teor poético?". Estava certo... E viva a abobrinha!!!

Empine pipa!!!

Adultos podem (e devem) contar piadas, ir ao fliperama, passear no parque, gostar dos Simpsons, beliscar a bunda da mulher, sair pelados pela cozinha e lamber a tampa do iogurte.

Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.

Teste a teoria. Uma semaninha, pra começar. Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que são... passageiras.

Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante, ou fingir um sorriso que acaba trazendo outros verdadeiros e de repente tudo está fluindo bem, a seu favor - então o sorriso se torna grande.

A briga, a dívida, a dor, a mágoa, a dúvida, a raiva, tudinho vai passar, então pra que tanta gravidade?

Já fez tudo o que podia para resolver o problema? Parou, chorou, respirou fundo, comeu chocolate e pediu arrêgo? Ótimo, hora da idiotice...

Entre na Internet, jogue pebolim, coma um churrasco grego, vá por um caminho diferente, cantarole no trânsito!

Tá numa de empinar pipa no sábado? Vá. E suje a roupa na grama, por favor.

Quer conversar com sua namorada imitando o Pato Donald, mas acha muito boçal? E é, mas e daí? Você realmente acha que ela vai gostar menos de você por isso? Ela não vai, tenha certeza. Só vai gostar mais, porque é delicioso estarmos com quem sorri e ri de si mesmo.

E não se surpreenda se chegar em casa e a encontrar fantasiada de Margarida, só pra variar o clichê champagne-morangos-lingerie.

Eu fico chateado por não ser tão idiota quanto gostaria; tenho uma mania horrível de, sem querer, recair na seriedade. Então o mundo fica cinza e cada lágrima ganha o peso de uma bigorna.

Nessas horas não preciso de cenhos franzidos de preocupação. Nessas horas tudo de que preciso é uma bela, grande e impagável idiotice. Aquelas besteiras que o colega ao lado sempre solta.

Como sair pra jogar paintball ou, melhor ainda, me olhar fixamente no espelho até notar como fico feio com os olhos vermelhos e o nariz escorrendo.

Como fico ridículo quando esqueço que tudo passa.

E como meu sorriso é bonito! Bom mesmo é ter o problema na cabeça, o sorriso na boca e paz no coração!!!!

Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e, que tal batata frita com sorvete agora mesmo, no happy hour???

Tenha um dia perfeito, uma semana maravilhosa, uma vida feliz e nunca deixe de ser criança!

quinta-feira, 17 de março de 2005

Ser Clown!!! Porquê????

Porque, após muito tempo, resolvi ser clown e abandonar, pelo menos por alguns poucos instantes, toda a seriedade e dureza do ser e assumir uma postura idiota e tonta???

Porquê???

Porque o clown mostra-se realmente como ele é...
Não precisa se mascarar... nem se defender..
Sua função não é a de cobrar os outros ou subir em cima...

Mas sim de levar alegria, paz, esperança, amor, riso, e acima de tudo, humanidade...

O clown existe para ser bobão mesmo... Existe para que possamos ser livres.. Possamos mostrar aquilo que geralmente não mostramos na frente dos outros...

Queremos nos passar por sérios... Mas ai vem o clown e derruba e quebra toda situação forjada pela gente...

Não adianta se esconder do clown... Ele acaba nos revelando, a gente querendo ou não...

Mas também ele nos traz a sensação de liberdade, de alegria, de prazer, de sonho, de fantasia, de amor, de poesia, de tudo aquilo de bom que o homem sempre desejou... Mas que fica preso, estancado, atracado no mais profundo do ser humano...

Por isto eu digo... EU AMO O MEU CLOWN

terça-feira, 15 de março de 2005

Escolhendo seu caminho


Posted by Hello
O que aconteceu com você até agora, não é o que vai definir o seu futuro, e sim a maneira como você vai reagir a tudo que lhe aconteceu.
Não lamente o seu passado.
Construa você mesmo o seu presente e o seu futuro.
Aprenda com seus erros e com os erros dos outros.
O que aconteceu é o que menos importa. Já passou.
O que realmente importa é o que você vai fazer com o que vai acontecer.
E esta é uma decisão somente sua.
Você decide o seu dia de amanhã.
De tristeza ou de felicidade.
De coisas positivas ou de amargura, sem esperança.
Pense nisso!

quinta-feira, 3 de março de 2005

Este texto eu acabei copiando de uma amiga minha... mas achei muito lindo... (Vivi, espero que não fique brava!!!) :

"We were born to make mistakes. Why haven't we learned that yet?" Posted by Hello

terça-feira, 1 de março de 2005

Fugindo da Rota de Colisão!!! Aceitando o Augusto!!!

Hoje foi mais um dia incessante, corrido e dificil... Mas valeu a pena!!!
Finalizei as atualizações de Antivirus nas localidades ainda não homologadas, fui ver as minhas reservas de vaga nos cursos do JUVENTUDE CIDADÃ e voltei para meu local de serviço, onde tivemos um bate papo informal e um feedback da atuação de cada um dentro do projeto.
E foi neste instante que percebi o quão as vezes ainda uso a maldita máscara da cultura educacional e social que recebi...
Eu sempre me senti rebaixado, impotente, pequeno, e muito introvertido... E precisei ouvir que preciso me impor... Impor opiniões, conceitos, idéias e ideais... afim de que eu me aperfeiçoe profissionalmente e pessoalmente também...
E nisto percebi o quanto sou augusto na vida (e eu que não queria aceitar a augustice do PICABURU).
Medroso... Subordinado a tudo e a todos (por causa desta máscara minha)... Bobão... Avoado...Enfim, igual ao que acredito ser o PICABURU...
Mas não irei desistir de nada da minha vida... Sempre tive que ser batalhador... e não será esta batalha que irei perder...
E a CONTAGEM REGRESSIVA começou novamente!!!Sabadão eu reinicio meu curso de CLOWN (Eeeeebbbbaaaaa!!!!). E depois virão os demais cursos.. (Se DEUS quiser, TEATRO... SAPATEADO... CANTO.. CLOWN)...
Vai ser um ano corrido... mas acredito que lindo... E espero que possa aprender muito com tudo o que estou vivendo e com o meu clown...
Saudações

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2005


"O ambicioso só pensa em elevar-se,
sem se preocupar como descerá.
O desejo de subir destrói nele o medo de cair."

(Thomas Adams) Posted by Hello


"Nunca dizer não é ter a entrega de uma criança em meio a seus brinquedos, é ter a disposição e o otimismo para sobreviver neste mundo, mas sobreviver com tal beleza que se torne um viver"

(Eugênio Macedo) Posted by Hello
Outra momento de reflexão sobre a vida... Posted by Hello

sábado, 19 de fevereiro de 2005


Esta é só mais uma sobre amizade... Para todos aqueles que consideram (viu... povo do clown!!! hehehe!!!!) Posted by Hello

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2005

Amizade é isto... Posted by Hello

Oração do Amigo

Oração do Amigo

Senhor, Olhai pelo meu amigo!
Que as pedras sejam removidas do seu caminho,
Que tenha forças para carregar seus fardos,
Que encontre coragem
para resistir ao mal,

Que possa ver o amor em todos os seres,
Que seja abraçado pela lealdade,
Que encontre conforto e saúde
se estiver doente,
Que seja próspero e saiba partilhar,

Que tenha paz cobrindo seu espírito,
Que sua mente obtenha os conhecimentos,
Que use sabedoria para aplicá-los,
Que saiba distinguir o Bem do mal,
Que tenha Fé
para manter-se forte na dor.

Senhor,
Olhai pelo meu amigo!
Protegei cada passo que ele der,
Que a cada novo dia
ele aceite o novo,
Que saiba alegremente
comunicar novidade.

Que Vos sinta em todos os momentos
E que tenha o Vosso colo
por toda a Eternidade

segunda-feira, 24 de janeiro de 2005

Perdas e Ganhos

Mais uma vez... Entro para postar mais uma reflexão sobre minha vida e alguns pontos importantes dela para mim!!!



Recentemente ao ler um livro que muito me ajudou, há um determinado momento onde uma das lições que aprendemos é sobre o SACRIFICIO.. A dura decisão de escolher sobre dois ou mais itens que para nós é importante, mas que devemos dar prioridade a um deles.



Além disto, o livro fala que todo fim, na verdade, não é um fim... mas sim um recomeço...

Em cima de tudo isto estive pensando quais acho que foram alguns dos sacrifícios que tive que fazer, e quais ainda terei que fazer para alcançar meus sonhos e objetivos.



Por muitas vezes, é dura a sensação de perda... de incapacidade... de impotencialidade diante das situações (ainda vejom muito e sofro muito com isto em minha vida)... Mas estou tentando aprender a entender que a perda na verdade... pode ser uma perda temporária para um ganho definitivo. Sempre acontecerá isto em nossas vidas.



E muitas vezes vemos as nossas perdas nos nossos sacrifícios. Deixamos algumas coisas que tanto gostamos ou amamos em troca de um ideal ou objetivo futuro.



Espero que eu continue a aprender com isto (por mais doloroso que seja) e perceba que meus sacrifícios e minhas perdas não são em vão.



E você???? Qual seu sacrifício?? Pense nisto e valorize-o



Flavio Emilio Costa